Bem-vindos a Sociedades dos Poetas

Um blog para gente de bom gosto, onde o conhecimento é algo a ser buscado - enquanto estiver vivo!

segunda-feira, 18 de agosto de 2014

Modelo de Avaliação de Gramática - Ensino Médio



1. Sobre a formação de palavras, temos no exemplo abaixo que tipo de formação?
“miau, zum... zum..., piar, tinir, urrar, chocalhar, cocoricar”.

Resposta: (onomatopeias).

2 Desmembre as seguintes palavras e, após, especifique o tipo de processo de formação de palavras: embora , fidalgo, hidrelétrico , planalto.

Resposta:
(em + boa + hora – composição por aglutinação)
(filho + de + algo – composição por aglutinação)
(hidráulico + elétrico – composição por aglutinação)                             
(plano + alto – composição por aglutinação)

3. Especifique os padrões das frases abaixo, e após, analise as que estão marcadas:

a) Os homens são julgados insensíveis pelas mulheres .

Padrão III: S + VTI + OI + Padrão V: S+ VL+PS

Os homens são insensíveis.
 Os homens= sujeito simples – homens núcleo do sujeito
São = verbo de ligação
Insensíveis = predicativo do sujeito
Os homens / são julgados / pelas mulheres.
Os homens= sujeito simples – homens núcleo do sujeito
São julgados = verbo transitivo indireto
Pelas mulheres= objeto indireto

b) Chamou-lhe ingrato. Padrão IV = S + VT + OD + OI

c) Este livro está com a edição esgotada. Padrão V = S + VL + PS

d) Os voos têm sido cancelados diariamente. Padrão V = S + VL + PS + ADJ. ADV DE TEMPO.

e) Durante o ano, muitos alunos desistem do curso.

Padrão III: S + VTI + OI (ADJ. ADVERBIAL DE TEMPO)

Durante o ano: Adjunto adverbial de tempo
Muitos alunos: sujeito simples – muito (adjunto adnominal) – alunos (núcleo do sujeito)
Desistiram: verbo transitivo indireto
Do curso: objeto indireto

f) O amor de Mariana transformava a minha vida.

Padrão II: S + VTD + OD

 O amor de Mariana: sujeito simples – amor (núcleo do sujeito)
Transformava: verbo transitivo direto

A minha vida: objeto direto

4. Especifique os constituintes da oração em seus termos essenciais, integrantes e acessórios.



                                                                                   Oração

                                                                       Sujeito     +     Predicado                 (ESSENCIAIS)                 



                                                                            (SN)                   (SV)
                                                                                                       verbo + SN (integrantes) / OI, OD, ADJ. AD

                                                             deter.    núcleo do suj.

                                                                                                                    s. adverbial   (advérbio)
                                                                                                                    s. preposicionado        (termos
                                                                                                                    s. adjetival                Acessórios)  rios                         

 5. Explique a diferença entre Morfologia e Sintaxe e justifique a relevância desses aspectos para o desenvolvimento e aprendizado adequado da língua.

Resposta: Morfologia (geralmente em séries iniciais): adjetivo, numeral, conjunção, pronome, interjeição, verbo, preposição, advérbio, substantivo, artigo.
Sintaxe: sujeito (oculto, indeterminado, inexistente e entre outros, predicado verbal, predicado nominal, verbo transitivo e intransitivo, objeto direto e indireto, núcleo do objeto, núcleo do sujeito entre outros).
Na sintaxe analisa a função de cada palavra, para que ela serve na frase, já na morfologia não, pois analisa palavras soltas do contexto.


Avaliação de Gramática para o Fundamental II



Questões para avaliação

1. Dê a função sintática dos termos assinalados pelas aspas: "O lucro", que é um dos incentivos do sistema, foi "excelente".

a) (     ) objeto direto - adjunto adverbial.
b) (  x  ) sujeito - predicativo do sujeito.
c) (     ) sujeito - predicativo do objeto.
d) (      ) predicativo do sujeito - predicativo do objeto.

2. "Pagam bem lá?" Nesta oração o sujeito é:

a) (    ) oculto
b) (    ) simples
c) ( x ) indeterminado
d) (    ) oração sem sujeito

3. "Em nossa terra não se vive senão de política." Nesta oração o sujeito é:
a) ( x ) Indeterminado
b) (     ) oração sem sujeito
c) (     ) oculto
d) (     ) simples

4. "Afinal, lá se está sempre contente." Nesta oração o tipo de sujeito é:

a) (  x  ) Oculto
b) (     ) composto
c) (     ) determinado
d) (     )indeterminado

5. "Precisa-se de operários para a obra." Nesta oração o tipo de sujeito é:

a) (    ) composto
b) ( x ) indeterminado
c) (    ) simples
d) (    ) oração sem sujeito
6. "Os livros escolares devem ser tratados com carinho." Nesta oração o tipo de sujeito é:

a) (   ) composto
b) (   ) indeterminado
c) ( x ) simples
d) (   ) oração sem sujeito

7. Meu amigo José estuda à noite. Nesta oração o tipo de sujeito é:

a) (    ) indeterminado
b) (    ) composto
c) ( x ) simples
d) (    ) nenhuma das anteriores

8. "Entusiasmo, garbo e disciplina caracterizaram o desfile." Nesta oração o tipo de sujeito é:

a) (      ) indeterminado
b) (  x  ) composto
c) (      )  oração sem sujeito
d) (      ) simples

9. O sujeito de uma oração é determinado quando:

a) (  x  )O seu núcleo é um substantivo, palavra substantivada, pronome ou oração substantiva
b) (      ) O seu núcleo é sempre um substantivo
c) (      ) O seu núcleo é sempre uma oração substantiva ou um substantivo
d) (      ) O seu núcleo é sempre um pronome pessoal ou um substantivo.

10. Quanto à espécie, o sujeito de uma oração pode ser:

a) (        )  Determinado ou indeterminado
b) (        ) Simples ou composto
c) (   x   )  As duas alternativas anteriores estão corretas.
d) (        ) Nenhuma alternativa está correta.


quinta-feira, 14 de agosto de 2014

Interpretação de Textos: Ensino Médio - Informações Implícitas






• inferem informações implícitas;
• reconhecem elementos como o personagem principal;
• interpretam o texto com auxílio de elementos não verbais;
• identificam a finalidade do texto;
• estabelecem relação de causa e consequência, em textos verbais e não verbais; e
• conhecem expressões próprias da linguagem coloquial.

    Outrossim, inferir informações implícitas em textos poéticos subjetivos, textos argumentativos com intenção irônica, fragmento de narrativa literária clássica, versão modernizada de fábula e histórias em quadrinhos:

• interpretar textos com linguagem verbal e não verbal, inferindo informações marcadas por metáforas;
• reconhecer diferentes opiniões sobre um fato, em um mesmo texto;
• identificar a tese com base na compreensão global de artigo jornalístico cujo título, em forma de pergunta, aponta para a tese;
• identificar opiniões expressas por adjetivos em textos informativos e opinião de personagem em crônica narrativa de memórias;
• identificar diferentes estratégias que contribuem para a continuidade do texto (ex.: anáforas ou pronomes relativos, demonstrativos ou oblíquos distanciados de seus referentes);
• reconhecer a paráfrase de uma relação lógico-discursiva;
• reconhecer o efeito de sentido da utilização de um campo semântico composto por adjetivos em gradação, com função argumentativa;
• reconhecer o efeito de sentido do uso de recursos ortográficos (ex.: sufixo, diminutivo, etc.).

Exercício



No 1º quadrinho, a fala do personagem pode ser substituída por:
 
(A) “Quer namorar comigo?”
(B) “Você é muito bonita para mim!”
(C) “Você é muito simpática!” 
(D) “Você é muito humilde!”

Resposta: (B)