Bem-vindos a Sociedades dos Poetas

Um blog para gente de bom gosto, onde o conhecimento é algo a ser buscado - enquanto estiver vivo!

terça-feira, 6 de dezembro de 2011

Ortografia: O uso do "porque".




O uso do “porque”
Por que (separado e sem acento)

Nas frases interrogativas e, também, quando se puder subentender as palavras motivo e razão:
Por que não devo ir?
Não sei por que estou aqui.

Quando puder ser substituído por pelo qual e flexões:
Esse é o motivo por que não lhe escrevi.

Porque (junto e sem acento)

Quando for conjunção explicativa ou causal:
Não vá, porque é perigoso.
Não fiz a prova porque estava doente.

Por quê (separado e com acento)

No final das frases interrogativas ou precedido por pontuação:
Você não vai por quê?
Ninguém sabe dizer por quê.

Porquê (junto e com acento)

Quando está substantivado (precedido de artigo)
Não sei o porquê de sua chateação.
Estudamos o uso do porquê.
Da sua tristeza, ninguém sabe o porquê.

Atividade

Complete com porque, por que, por quê ou porquê:

a)_________ela fez isso?
b)__________ você não foi à festa?
c)O ___________ de minha tristeza é a saudade da minha amiga!
d)Você nunca estuda? ____________?
e)Não vá ___________ é perigoso!

Nenhum comentário:

Postar um comentário